Logo

GLOBALIZAÇÃO E MERCOSUL

PIB - Cada mês que as principais economias passam em confinamento diminuirão em 2 pontos percentuais o crescimento anual, afirmou nesta sexta-feira a Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

EUA - Os gastos do consumidor nos Estados Unidos aumentaram moderadamente em fevereiro e o ritmo deve diminuir rapidamente nos próximos meses, com a pandemia de coronavírus interrompendo a rotina dos norte-americanos.

G20 - Os líderes das maiores economias mundiais, que formam o G20, dizem estar injetando US$ 5 trilhões na economia global, como parte de medidas fiscais, além de esquemas de garantias para neutralizar os impactos social, econômico e financeiro da pandemia de covid-19.

Produção de grãos - O Conselho Internacional de Grãos (IGC, na sigla em inglês) projetou nesta quinta-feira que a produção global de grãos na temporada 2020/21 deve crescer para um recorde de 2,22 bilhões de toneladas, alta de 2% na comparação com a safra anterior.

Bens duráveis - Os novos pedidos de bens duráveis nos Estados Unidos subiram inesperadamente em fevereiro, mas provavelmente vão cair com medidas rigorosas para conter a pandemia de coronavírus minando a demanda e empurrando a economia à recessão.

Mercado de commodities - Com maior controle do quadro de evolução do Coronavírus (COVID-19) na China, um retorno das atividades do país já está sendo observado, com perspectivas de normalidade para o fluxo de comércio no médio prazo, após as sucessivas medidas públicas tomadas para a contenção do trânsito populacional e de mercadorias.

Colheita de soja - A Argentina vem tendo um de seus piores inícios de colheita da soja dos últimos anos, sentindo a combinação da pressão de uma quebra na safra em função de adversidades climáticas, aumento das retenciones sobre a soja e agora os efeitos da pandemia do coronavírus.

Tráfego de alimentos - Ministros da Agricultura de diversos países da América do Sul participaram ontem (23), a convite da ministra Tereza Cristina, de uma videoconferência para debater a harmonização de normas e garantir a fluidez do trânsito de mercadorias e o abastecimento de alimentos na região durante a pandemia do Coronavírus.

Impactos do COVID-19 - A pandemia do coronavírus vai jogar o mundo inteiro em uma recessão este ano e alterar de maneira permanente a forma com que países e empresas fazem negócios, dizem economistas.

PIB/EUA - O banco Goldman Sachs prevê uma queda de até 24% no PIB americano, no segundo trimestre de 2020, em decorrência da pandemia do novo coronavírus. Caso a previsão se comprove, significaria uma retração recorde para os EUA.

Paralisação –  A pandemia do Coronavírus reduziu muito o transporte de pessoas e mercadorias ao nível mundial. Em consequência, caiu o preço do petróleo, que esta semana chegou ao menor nível dos últimos 20 anos.

Recessão global - O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Antonio Guterres, alertou que uma recessão global é "praticamente certa" em razão da pandemia do coronavírus.

China - A economia da China está começando a mostrar alguns sinais de normalização após o grande impacto causado pelo coronavírus, mas os riscos permanecem, afirmaram autoridades do Fundo Monetário Internacional (FMI) em um blog sobre o impacto econômico da pandemia.

Mercosul - O Ministério das Relações Exteriores divulgou nesta quinta-feira (19) uma declaração conjunta em que países-membros do Mercosul fecharam acordo para facilitar o retorno de turistas aos seus locais de origem e garantir medidas para a circulação de bens e serviços nas fronteiras.

Crise econômica - A crise econômica mais grave enfrentada pela China nas últimas décadas traz advertências e lições para o mundo com a probabilidade de países como Alemanha e Estados Unidos entrarem em recessão.

Pacote de ajuda - O Senado dos Estados Unidos aprovou nesta quarta-feira (18) de forma esmagadora projeto de lei que concede bilhões de dólares para limitar os danos da pandemia de coronavírus por meio de testes gratuitos, licença médica remunerada e aumento dos gastos com rede de segurança.

Exportações de alimentos - A Rússia poderá limitar as exportações de alguns produtos alimentícios caso a pandemia de coronavírus resulte em escassez, disseram nesta terça-feira autoridades do país, acrescentando, porém, que o mercado agrícola doméstico permanece estável e que não é esperado um déficit de grãos.

Quarentena - O Sindicato Médico do Uruguai (SMU) emitiu um documento em que solicita ao governo que declare quarentena geral e outras medidas drásticas de prevenção.

Mercado de Biotecnologia - O mercado global de culturas biotecnológicas foi avaliado em US$ 18,15 bilhões em 2018, de acordo com o Coherent Market Insights, em seu relatório divulgado em fevereiro de 2020.

Tuberculose bovina - Um estudo da Universidade de Exeter, financiado pelo BBSRC e publicado na revista Biology Letters da Royal Society, analisou dados de 503 fazendas que entraram em colapso devido à tuberculose, juntamente com 808 fazendas de controle em áreas de alto risco de tuberculose e afirmou que essa doença tem ligação com práticas agrícolas intensivas.