Logo

GLOBALIZAÇÃO E MERCOSUL

Greve pelo clima - Uma greve global pelo clima começou nesta sexta-feira (20) em mais de 130 países. O objetivo é exigir ações concretas contra as mudanças climáticas.

EUA x China - Na tentativa de, finalmente, buscar um acordo comercial com os Estados Unidos, um grupo de oficiais chineses irá visitar áreas de produção agrícola norte-americanas nos próximos dias. De acordo com agências internacionais de notícias, o objetivo dos representantes da nação asiática é o de encontrar pessoalmente os produtores rurais para conhecer os problemas que vêm enfrentando com a guerra comercial. 

Veto ao acordo - Parlamentares do Conselho Nacional da Áustria, que é a Câmara Baixa do Legislativo local, aprovaram uma resolução obrigando o governo federal a vetar, nas instâncias europeias, o acordo comercial entre a União Europeia (UE) e o Mercosul.

Brexit sem acordo - A União Europeia emitiu um alerta contundente, nesta quarta-feira, afirmando que o Reino Unido ruma para uma separação danosa do bloco, já que as ideias do governo britânico sobre a polêmica envolvendo a fronteira entre Irlanda e Irlanda do Norte não resultaram em um acordo, seis semanas antes de o país romper com a UE.

Taxa de juros/EUA - O Federal Reserve cortou a taxa de juros em 0,25 ponto percentual nesta quarta-feira pela segunda vez este ano, em uma medida amplamente esperada e com o objetivo de sustentar a expansão econômica do país - que já dura uma década -, mas deu sinais mistos sobre o que pode acontecer a seguir.

Projeção do PIB - A OCDE cortou a projeção para o crescimento da economia brasileira neste ano e no próximo, projetando expansão do PIB de 0,8% e 1,7% – respectivamente. A estimativa anterior era de crescimento de 1,4% em 2019 e de 2,3% em 2020.

Taxa de juros - O BoJ (Bank of Japan) manteve sua política monetária nesta quinta-feira (19), permanecendo com a taxa básica de juro em território negativo, de 0,1%.

Reunião dos Brics - Os ministros da Agricultura dos países que compõem o Brics se reunirão nos próximos dias 25 e 26 de setembro em Bonito, principal cidade turística da região da Serra da Bodoquena, em Mato Grosso do Sul.

Cobrança de impostos - Quem recebe altos salários no Brasil paga, em média, 32% menos impostos do que pessoas de alta renda em países que compõem o G-7 (grupo das nações mais industrializados do mundo, composto por Alemanha, Canadá, Estados Unidos, França, Itália, Japão e Reino Unido) e 31% menos que a média de pessoas nas mesmas condições na União Europeia.

Brasil x China -  De janeiro a agosto as exportações brasileiras para a China tiveram uma queda de 2,28% e somaram US$ 45,532 bilhões. No mesmo período, as importações totalizaram US$ 23,736 bilhões, com uma contração de 2,26%.

Comércio de serviços - O comércio mundial de serviços comerciais perdeu força no segundo trimestre de 2019, de acordo com o novo Barômetro de Comércio de Serviços da OMC, lançado em 16 de setembro.

China - O premiê chinês, Li Keqiang, disse nesta segunda-feira que é "muito difícil" para a economia da China crescer a uma taxa de 6% ou mais por causa base elevada de onde estava partindo e do cenário internacional complicado.

Taxa de juros - O corte na taxa de juros do Banco Central Europeu e a nova recompra de títulos foram medidas necessárias para combater a inflação baixa, disse Pierre Wunsch, membro do Conselho do BCE, nesta segunda-feira em entrevista a um jornal.

Comércio com os EUA - As exportações brasileiras para os Estados Unidos cresceram 9,5% em agosto deste ano, na comparação com o mesmo período de 2018. Já as importações de produtos daquele país aumentaram 27,9%. Ao mesmo tempo, o comércio com os outros parceiros importantes (China, Argentina e União Europeia) teve queda.

Soja/EUA - Após o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, confirmar na última quinta-feira, 12, o adiamento do aumento das tarifas aos produtos chineses do dia 1 de outubro, para 15 do mesmo mês, o país asiático confirmou a compra de soja norte-americana.

Varejo/EUA - As vendas no varejo dos Estados Unidos avançaram em agosto mais do que o esperado, indicando sólidos gastos dos consumidores que devem continuar apoiando um ritmo moderado de crescimento econômico.

Recessão global - O cônsul geral da China em Houston, Cai Wei, disse nesta quarta-feira que a fricção econômica e comercial entre a China e os Estados Unidos agrava o risco de recessão global.

Tarifas/EUA - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou na noite desta quarta-feira (11/09) que adiará por duas semanas a elevação das tarifas sobre US$ 250 bilhões em importações chinesas, prevista inicialmente para 1 de outubro. Pelo Twitter, Trump disse que as tarifas americanas vão subir de 25% para 30% em 15 de outubro.

Farelo de soja - O governo da Argentina anunciou ontem que a China aprovou exportações de farelo de soja argentino ao seu mercado, cuja demanda pela proteína para consumo animal é a maior do mundo. O anúncio põe fim às negociações entre os dois países sobre o tema, que se estenderam por 20 anos, e estreita o vínculo comercial entre a Argentina e o gigante asiático.

Acordo - Brasil e México iniciaram negociações para um acordo de livre comércio, disse nesta segunda-feira o secretário especial de Comércio Exterior e Assuntos Internacionais do Ministério da Economia, Marcos Troyjo, em uma tentativa de aprofundar os laços entre as duas maiores economias da América Latina, em um momento em que tensões comerciais ameaçam prejudicar o crescimento global.

"plano de saúde"