Logo

Quarta, 25 Março 2020 14:25

Pequenos produtores pedem socorro em meio à pandemia

Escrito por 

Pedido de socorro - A pandemia causada pelo coronavírus que obrigou as pessoas a ficarem em isolamento social, fez que pequenos negócios ficassem sem clientes.

As vacas não pegam coronavírus e continuam dando leite todos os dias. Por conseguinte, os pequenos produtores parceiros da Queijo d’Alagoa-MG, nas montanhas altas da pequena cidade de Alagoa, no sul de Minas, precisam ordenhar as vacas e fazer o queijo artesanal todo dia também.

No mundo inteiro, o COVID-19 tem gerado impactos nos negócios desencadeando um abalo econômico inimaginável afetando também os pequenos produtores, pioneira na venda de queijo pela internet e responsável por uma transformação social no pequeno município mineiro. Os clientes que revendem o queijo pelo Brasil cancelaram todos os pedidos e a loja física, a primeira de Alagoa especializada em queijos artesanais, está com as portas fechadas por tempo indeterminado.

A loja física da Queijo d’Alagoa-MG era um dos atrativos turísticos da cidade responsável também por fomentar o turismo local. Além de encerrar as atividades da loja foi necessário suspender o funcionamento da Rota do Queijo e do Azeite, um roteiro criado para receber os turistas, conhecer a fazenda onde é produzido o azeite e a fazenda onde é produzido o queijo premiado duas vezes na França. “A Queijo d’Alagoa-MG não é uma indústria de grande porte, não temos ações na bolsa nem patrimônio no exterior. A Queijo d’Alagoa-MG é uma pequena empresa composta por famílias de pequenos produtores de queijo artesanal. Vivemos do queijo e, neste momento conturbado, precisamos de ajuda” diz Osvaldo Filho, fundador da Queijo d’Alagoa-MG.

O pedido de ajuda é para que os consumidores acessem o site ou WhatsApp (35) 99885-6638 para fazerem os pedidos. Como os Correios são serviços essenciais as entregas continuarão sendo realizadas em todo o Brasil.

Informações adicionais

  • NUMERO SELECTUS: 5861
  • Fonte da Notícia: Compre Rural
  • Data: Quarta, 25 Março 2020
Lido 68 vezes