Logo

Sexta, 21 Fevereiro 2020 13:55

Femec espera movimentar meio bilhão de reais em Uberlândia

Escrito por 

Feira do agronegócio - A 9ª edição da Femec – Feira do Agronegócio Mineiro – que será realizada de 24 a 27 março no Parque de Exposições Camaru, em Uberlândia-Mg, acontece em um dos momentos mais promissores para o agronegócio nacional.

A feira deverá movimentar cerca de meio bilhão de reais com a venda de máquinas, equipamentos, implementos e insumos agrícolas, além de veículos, animais e outros bens destinados à produção agropecuária. O evento conta com patrocínio do Sebrae e apoio do Sistema Faemg e oferece entrada e estacionamento gratuitos.

A Femec já se consolidou como o momento ideal para o produtor rural realizar a melhor compra do ano. Desta vez, apresentará ação inédita na região com a realização do primeiro AgTech Show, organizado pela AgroVen com patrocínio do Sebrae. Um pavilhão inteiro será destinado à exposição de Startups do Agro, com palestras e debates sobre transformação digital, além do AgroHack (versão agro dos conhecidos Hackathons dos ambientes digitais) - uma maratona de experts em soluções digitais que competirão para criar uma solução inovadora para um problema real.

Na avaliação do presidente do Sindicato Rural de Uberlândia, Gustavo Galassi, a Femec deve finalizar 2020 entre as cinco melhores feiras do País em termos de resultados. “Estamos otimistas para entrar na feira em 2020 com expectativas para ser a melhor edição de todos os tempos”, disse. “O Agtech Show será como feira de inteligência dentro da Femec para trazer para o produtor rural tecnologia nacional e internacional que o ajudará a melhorar sua produção, produtividade e rentabilidade”, concluiu.

Dados da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) reforçam as projeções. A entidade prevê que o mercado interno de máquinas agrícolas e rodoviárias cresça 2,9% em 2020, para 45 mil unidades. O órgão estima ainda que a exportação tende a avançar 1% neste ano, para 13 mil unidades.

As projeções para realização de negócios na Femec seguem o mesmo otimismo. Na opinião diretor do Sindicato Rural e coordenador do evento, João Carlos Semenzin, o mercado consumidor está em alta, o que gera a expectativa que a feira supere R$ 500 milhões em faturamento. “A safra de 2019/2020 está realmente promissora provocando alta no agro com preços justos que estão remunerando de forma atrativa vários segmentos da agricultura onde a procura está maior que a oferta”, disse.

Ciência e tecnologia

Nos últimos 40 anos, o Brasil saiu da condição de importador de alimentos para se tornar um grande provedor para o mundo. De acordo com dados da Embrapa, foram conquistados aumentos significativos na produção e na produtividade. Hoje se produz mais em cada hectare de terra, aspecto importantíssimo para a preservação dos recursos naturais. Os números revelam que entre 1975 e 2017, a produção de grãos, que era de 38 milhões de toneladas, cresceu mais de seis vezes, atingindo 236 milhões, enquanto a área plantada apenas dobrou.

O que fez a diferença nestes últimos 50 anos foram os investimentos em pesquisa agrícola, o que trouxe avanços nas ciências, tecnologias adequadas e inovações. É neste cenário que se enquadra a Femec 2020 cujo tema é “Agronegócio em Sintonia com Ciência e Tecnologia”.

A 9ª edição da Femec, além de foco na comercialização de máquinas agrícolas, terá amplo programa gratuito de capacitação de produtores rurais, trabalhadores e técnicos do setor. O Senar Minas, por exemplo, parceiro da Femec na capacitação de profissionais do agronegócio e produtores rurais, estará presente com oferta de oficinas de inovações tecnológicas para aplicação na agricultura.

Informações adicionais

  • NUMERO SELECTUS: 5841
  • Fonte da Notícia: Notícias Agrícolas
  • Data: Sexta, 21 Fevereiro 2020
Lido 46 vezes