Logo

Terça, 11 Fevereiro 2020 09:23

Uruguai – o faturamento com a exportação de lácteos cresceu em janeiro

Escrito por 

Exportações/UR – As exportações uruguaias de lácteos no primeiro mês de 2020, geraram US$ 58,9 milhões em divisas, cifra que representa 15% de incremento em relação ao mesmo mês do ano anterior.

O leite em pó integral, principal produto de exportação da cadeia láctea uruguaia, correspondeu a 13 mil toneladas, ao preço de US$ 41,2 milhões. O valor médio foi de US$ 3.179/tonelada. Segundo o Instituto Nacional do Leite (Inale) o faturamento subiu 27%, o volume 16%, e o preço do produto 10%.

 

O leite em pó desnatado faturou US$ 3,5 milhões, embarcando 1,3 mil toneladas, e o preço médio foi de US$ 2.763/tonelada. Neste caso, os aumentos foram 36% em valor, 4% em volume e 30% em volume, quando comparados com janeiro de 2019.

 

No caso dos queijos, a exportação apresentou faturamento de US$ 10 milhões com a venda de 2,6 mil toneladas, registrando um preço médio por tonelada de US$ 3.784. O faturamento subiu 21%, o volume 32% e o preço caiu 8%.

Finalmente, para a manteiga, outro dos itens de destaque para exportação do Uruguai, geralmente para a Rússia, o principal mercado, foram enviadas 0,2 mil toneladas, ao preço médio de US$ 4.602 a tonelada. O faturamento caiu 83%, o volume 83% e o preço subiu 2%, segundo os dados do Inale.

 

É uma boa notícia para o setor leiteiro, que ainda arrasta um endividamento importante, e muitas zonas passam por problemas climáticos (seca) e o preço do leite ao produtor não consegue fechar as contas, porque os custos subiram em dólares e continuam complicando a equação financeiras nas fazendas.  

Informações adicionais

  • NUMERO SELECTUS: 5833
  • Fonte da Notícia: El País Rural – Tradução livre: Terra Viva
  • Data: Terça, 11 Fevereiro 2020
Lido 46 vezes