Logo

Terça, 13 Agosto 2019 10:36

Uruguai – O presidente da URF disse que a notícia para os produtores “não são boas”

Escrito por 

Leite/UR – O presidente da União Rural de Flores (URF), Daniel Laborde disse que para os produtores de leite as notícias “não são boas” porque “estamos em um setor que manteve em dez pesos durante muito tempo em um país dolarizado, e que muitos produtores não têm a escala necessária para manter a fazenda em funcionamento”.

Felizmente tivemos “um bom ano. Se tivesse ocorrido seca, inverno muito chuvoso ou frio, seguramente as consequências seriam muito mais graves”, avaliou.

“O setor lácteo é basicamente de produtores familiares, sem escala: poucas vacas em produção e cujo resultado do trabalho de todos os dias é o salário. Se o salário cai 20 ou 30% e os custos sobem 8% ou 10%, anualmente, então estará com problemas. Isto é o que se passar no setor leiteiro. O preço do leite foi mantido durante os último três anos, os custos em dólares continuaram subindo e evidentemente existem muitos produtores em dificuldades”, explicou.

Quanto à produção, Laborde disse que “o ano ajudou muito”. “No primeiro semestre a produção foi menor em relação a anos anteriores, possivelmente associado ao fato de que tivemos um bom verão, e como as contas não fechavam, a produção de leite foi a mais barata possível. Hoje a produção está muito próxima à do ano passado. Estamos tendo um ano muito bom, com um verão e um outono favorável. Esperamos uma boa primavera para melhorar a produção, e que os números comecem a fechar. Cabe esperar que “os preços internacionais e a situação interna do país acompanhe um pouco para poder recompor o setor que está em dificuldades”, concluiu.

Informações adicionais

  • NUMERO SELECTUS: 5714
  • Fonte da Notícia: TodoElCampo – Tradução livre: Terra Viva
  • Data: Terça, 13 Agosto 2019
Lido 73 vezes
"plano de saúde"