Logo

Segunda, 12 Agosto 2019 13:25

Girolando doará embriões a pecuaristas

Escrito por 

Projeto Campo Fértil - Na 2ª edição da Semana do Produtor Rural de São Gonçalo do Rio Abaixo, na região Central de Minas Gerais, que vai de 12 a 18 de agosto, será lançado o Programa de Embriões Campo Fértil mais Leite.

Por meio da iniciativa, serão doados embriões para os pecuaristas de leite que participam do Projeto Campo Fértil. O objetivo é estimular a melhoria genética do rebanho e a produtividade nas fazendas, o que é importante para ampliar a renda e fixar o produtor rural no campo.

De acordo com o prefeito de São Gonçalo do Rio Abaixo, Antônio Carlos Noronha Bicalho, o Projeto Campo Fértil foi implantado pela prefeitura em 2013, com o intuito de promover as atividades agrícola e pecuária no município. Os produtores que participam do programa, cerca de 183, têm acesso a assistência técnica, assessoria agronômica, zootécnica e veterinária, entre outros.

Com a evolução do projeto, foi identificada a necessidade de estimular a melhoria genética do rebanho leiteiro. Por isso, será lançado, no dia 16 de agosto, o Programa de Embriões Campo Fértil mais Leite. Os embriões a serem doados são da raça Girolando, e a doação contempla toda a prestação de serviços de implantação e acompanhamento do gado até o nascimento.

“O projeto foi criado, em 2013, com o objetivo de auxiliar e estimular o produtor a ficar no campo e produzir leite, gado de corte e hortifrutigranjeiro. Para isso, foi feito um diagnóstico e adotadas ações. Através do projeto, a produtividade e produção foram ampliados. Agora, percebemos que os produtores estavam com dificuldades de melhorar a genética do rebanho, por isso, desenvolvemos o programa novo”, disse.

Ainda segundo Bicalho, todo o processo será monitorado.

“Os produtores já utilizavam a inseminação, mas percebemos dificuldades na melhoria genética do rebanho. Iniciamos um estudo para encontrar animais que proporcionassem essa melhora. São matrizes da raça Girolando, que produzem mais de 30 quilos de leite por dia. Então, criamos o programa específico para o pecuarista de leite. Cada pecuarista terá duas prenhezes confirmadas”, completou.

A expectativa é de que, dentro de 2 anos e meio, o produtor tenha vacas na propriedade com alta produtividade, o que é considerado fundamental para a melhoria e geração de renda.

Novo laticínio – O aumento da produção de leite no município é visto como capital para a economia local. Segundo Bicalho, em setembro, está prevista a inauguração de um laticínio na cidade, que terá capacidade de processar até 50 mil litros de leite por dia. A indústria começará processando cerca de 10 mil, volume que será ampliado conforme a oferta de leite e a abertura de mercado para os produtos.

“A prefeitura doou o terreno e os empresários investiram cerca de R$ 7 milhões. É uma iniciativa importante para gerar empregos e renda”, explicou.

Tanto o Projeto Campo Fértil como o Programa de Embriões Campo Fértil mais Leite, que são desenvolvidos com recursos provenientes da Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais (Cfem), são considerados importantes para diversificar a atividade do município, que tem a mineração como uma das principais atividades.

Além do lançamento do programa, a 2ª edição da Semana do Produtor Rural de São Gonçalo do Rio Abaixo contará com palestras e cursos, que têm o objetivo de capacitar e atualizar os produtores rurais. O evento também terá uma feira do Programa de Melhoramento da Qualidade Genética do Rebanho Bovino do Estado de Minas Gerais(Pró-Genética).

Informações adicionais

  • NUMERO SELECTUS: 5713
  • Fonte da Notícia: Diário do Comércio/MG
  • Data: Segunda, 12 Agosto 2019
Lido 76 vezes
"plano de saúde"