2201piracanjubag

ECONOMIA

Monitor do PIB - O Monitor do PIB-FGV sinaliza que o PIB cresceu 1,1% no ano de 2018. Pela ótica da oferta, apenas as atividades de construção e serviços de informação apresentaram retração quando comparadas com 2017 (-2,4% e -0,1%, respectivamente).

IPC-S - O IPC-S de 15 de fevereiro de 2019 registrou variação de 0,34%, 0,19 ponto percentual (p.p.) abaixo da taxa divulgada na última apuração. Seis das sete capitais pesquisadas registraram decréscimo em suas taxas de variação.

Terça, 19 Fevereiro 2019 17:44

IGP-M sobe 0,55% na 2ª prévia de fevereiro

IGP-M - O Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) subiu 0,55% no segundo decêndio de fevereiro, resultado superior ao apurado no mesmo período do mês anterior, quando a taxa foi de -0,01%.

Balança - Na terceira semana de fevereiro de 2019, a balança comercial registrou superávit de US$ 608 milhões, resultado de exportações no valor de US$ 3,948 bilhões e importações de US$ 3,340 bilhões, segundo dados do Ministério da Economia Indústria, Comércio Exterior e Serviços.

IPC-S - O IPC-S de 15 de fevereiro de 2019 subiu 0,34%, 0,19 ponto percentual (p.p.) abaixo da taxa registrada na última divulgação. Nesta apuração, sete das oito classes de despesa componentes do índice registraram decréscimo em suas taxas de variação.

Projeção - A projeção de instituições financeiras para o crescimento da economia, este ano, foi levemente reduzida. A estimativa para a expansão do Produto Interno Bruto (PIB) – soma de todos os bens e serviços produzidos no país – foi ajustada de 2,50% para 2,48%.

Varejo - O varejo em janeiro manteve o crescimento observado nos últimos meses de 2018. Segundo o Índice Cielo do Varejo Ampliado (ICVA), divulgado nesta sexta-feira (15), as receitas cresceram 3,5% na comparação com o mesmo período do ano passado quando descontada a inflação que incide sobre os setores do varejo ampliado.

Reforma da previdência - O presidente Jair Bolsonaro e a equipe econômica do governo decidiram que a proposta de reforma da Previdência fixará uma idade mínima de 65 anos para aposentadoria de homens e 62 anos para mulheres, com um período de transição de 12 anos.

Sexta, 15 Fevereiro 2019 17:20

Atividade econômica cresce 1,15% em 2018

IBC-Br - A economia brasileira cresceu 1,15% em 2018. É o que mostra o Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br), divulgado hoje (15). No último trimestre do ano, comparado ao período anterior, o crescimento ficou em 0,20%, de acordo com dado dessazonalizado (ajustado para o período).

Sexta, 15 Fevereiro 2019 17:18

IGP-10 avança em fevereiro

IGP-10 - O Índice Geral de Preços – 10 (IGP-10) subiu 0,40% em fevereiro, após queda de 0,26% em janeiro. A taxa acumulada em 2019, até fevereiro, é de 0,14% e em 12 meses é de 6,98%. Em fevereiro de 2018, o índice havia registrado elevação de 0,23% e acumulava queda de 0,42% em 12 meses.

Serviços - O volume do setor de serviços fechou 2018 com uma queda de 0,1%. Esse foi o quarto ano de retração do setor, que acumula uma perda de 11,1% no período, segundo dados da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), divulgada hoje (14) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Alimentos - O faturamento do setor de alimentos brasileiro cresceu 2,08% em 2018, ao atingir R$ 656 bilhões, somadas as exportações e as vendas para o mercado interno. Os dados foram divulgados hoje (13) pela Associação Brasileira da Indústria de Alimentos (Abia), na capital paulista.

Desemprego - As taxas de desemprego no Brasil vão cair em 2019 e 2020. Mas o avanço na criação de postos de trabalho será lento e o País corre o risco de ter de esperar "anos" até ver as taxas retornarem para níveis registrados antes da recessão.

Consumo - Há uma demanda reprimida "gigantesca" na população e um otimismo "generalizado" entre os empresários, o que em tese pode levar a um crescimento mais forte da economia brasileira em 2019.

Varejo - O comércio varejista fechou 2018 com alta de 2,3%, a maior taxa anual desde 2013, quando as vendas aumentaram 4,3%. Foi o segundo resultado positivo consecutivo, ficando ligeiramente acima do desempenho de 2017, quando subiu 2,1%. Mesmo assim, o crescimento acumulado de 4,4% nos últimos dois anos não recuperou a queda de 10,3% em 2015 e 2016.

Inadimplência - O volume total de dívidas no Brasil recuou 0,29% em janeiro, após ter avançado 2,75% em dezembro, indicando um menor apetite dos consumidores em contrair novas dívidas. Por outro lado, no entanto, a inadimplência cresceu 2,42%.

Balança - Nas duas primeiras semanas de fevereiro de 2018, com seis dias úteis, a balança comercial brasileira teve superávit de US$ 1,069 bilhão, resultado de exportações no valor de US$ 4,865 bilhões e importações de US$ 3,795 bilhões.

Temperatura - O verão de 2019 é um dos mais quentes da história, e o calor é sentido não apenas na pele, mas também no bolso das famílias. Vários produtos de maior consumo na estação apresentaram aumentos de preços acima da inflação de janeiro, que teve alta de 0,32%, de acordo com o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), divulgado na sexta-feira (8) pelo IBGE.

Hábitos de consumo - A crise econômica que atinge o País desde 2014, além da restrição de consumo, trouxe consigo uma espécie de “educação financeira forçada” a milhares de brasileiros.

Inflação - O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) considera que a inflação está em níveis “apropriados ou confortáveis”. A informação, divulgada hoje (12), consta da ata da última reunião do comitê, que decidiu na semana passada manter a taxa básica de juros, a Selic, em 6,5% ao ano, o mínimo histórico.

"plano de saúde"