Logo

ECONOMIA

PIB dos Municípios - Com 10,6% de participação e R$ 699,3 bilhões de contribuição para a economia nacional em 2017, a maior entre todos os 5.570 municípios, São Paulo tem um PIB equivalente ao da soma de 4.305 municípios ou 77,3% das cidades brasileiras.

IPC-Fipe - O Índice de Preços ao Consumidor medido pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (IPC-Fipe), na cidade de São Paulo, registrou 0,80% na primeira semana de dezembro, contra os 0,68% registrados na última semana de novembro.

Gastos de fim de ano - Os brasileiros pretendem gastar, em média, R$ 564,95 nas festas do fim deste ano. Este valor inclui despesas com viagens e alimentação e é maior do que a média de 2018, quando o total ficou em R$ 482,54.

Selic - O Banco Central (BC) reduziu ontem a Selic em 0,5 ponto percentual pela quarta vez consecutiva, à nova mínima histórica de 4,5%, e indicou cautela em relação aos juros daqui para frente em meio a uma retomada econômica com mais ímpeto.

Serviços - O volume de serviços cresceu 0,8% em outubro, na comparação com setembro, quando a taxa registrou o maior aumento do ano até agora, de 1,5%.

Varejo - As vendas do comércio varejista desaceleraram para 0,1% em outubro, na comparação com setembro, segundo a Pesquisa Mensal de Comércio, divulgada hoje (11) pelo IBGE. Apesar da redução no ritmo, trata-se do sexto resultado positivo seguido do setor este ano, com ganho acumulado de 2,7% no período e de 4,2% frente a outubro de 2018. O índice de setembro foi revisado de 0,7% para 0,8%.

IGP-M - O Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) subiu 1,83% no primeiro decêndio de dezembro. No mesmo período de novembro, o índice havia variado 0,08%.

IPC-S - O IPC-S de 07 de dezembro de 2019 registrou variação de 0,74%, ficando 0,25 ponto percentual (p.p.) acima da taxa divulgada na última apuração. Todas as sete capitais pesquisadas registraram acréscimo em suas taxas de variação.

Setor supermercadista - A geração de empregos do varejo vem crescendo. De acordo com dados da Associação Paulista de Supermercados (APAS) junto do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), em outubro o setor gerou 36,7 mil empregos, estando na primeira posição entre os 25 subsetores da economia brasileira. O segmento representou, no período, 21% da geração de emprego líquida nacional com 70,8 mil vagas.

Mercado de trabalho - O Indicador Antecedente de Emprego (IAEmp) da Fundação Getulio Vargas subiu 2,6 pontos em novembro para 88,4 pontos, o maior nível desde abril (92,5 pontos). Em média móvel trimestral, o indicador segue em trajetória positiva ao aumentar 0,5 ponto em relação ao mês anterior.

Produção industrial - Sete dos 15 locais pesquisados mostraram crescimento na produção industrial em outubro, na comparação com setembro, segundo a Pesquisa Industrial Mensal Regional, divulgada hoje (10) pelo IBGE. Os avanços mais acentuados registrados foram os de Goiás (4,0%), que teve a quinta taxa positiva consecutiva e acumulou ganho de 6,4% nesse período, e do Amazonas (2,3%), que eliminou a perda de 1,6% verificada em setembro.

Balança - A balança comercial brasileira registrou superávit de US$ 1,646 bilhão e corrente de comércio de US$ 8,500 bilhões, na primeira semana de dezembro de 2019, com cinco dias úteis, como resultado de exportações no valor de US$ 5,073 bilhões e importações de US$ 3,427 bilhões. Os dados foram divulgados nesta segunda-feira (09/12) pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Ministério da Economia.

Projeção - As instituições financeiras consultadas pelo Banco Central (BC) aumentaram a estimativa para a inflação este ano, pela quinta vez consecutiva.

IDH - O Brasil avançou, mas enfrentará novos desafios em 2020. De acordo com o Relatório de Desenvolvimento Humano de 2019, que mede o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), o país teve sucesso no controle de certas desigualdades (expectativa de vida e renda média), mas será confrontado por novos desafios.

IPC-S - O IPC-S de 07 de dezembro de 2019 subiu 0,74%, ficando 0,25 ponto percentual (p.p) acima da taxa registrada na última divulgação.

Segunda, 09 Dezembro 2019 11:44

IGP-DI sobe 0,85% em novembro

IGP-DI - O Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI) subiu 0,85% em novembro, percentual superior ao apurado no mês anterior, quando o índice havia variado 0,55%.

Balança - O saldo da balança comercial mineira registrou superávit de US$ 14,835 bilhões no acumulado dos 11 primeiros meses de 2019, de acordo com os dados divulgados pela Secretaria de Comércio Exterior, do Ministério da Economia.

Tributos – Falta pouco para o Natal, e o consumidor já começa a organizar os preparativos para a ceia. Mas, assim como a data comemorativa mais importante do ano, os impostos que incidem sobre os produtos típicos também não passam em branco – e continuam a pesar no bolso.

Consumo além do básico - Pela primeira vez desde 2015, o consumidor brasileiro conseguiu adquirir novas categorias de produtos além do básico, segundo dados apresentados pela Nielsen.

Cesta básica - O preço da cesta básica em novembro subiu em nove das 16 capitais pesquisadas pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). Em seis capitais, de acordo com o levantamento divulgado ontem, o valor do conjunto de alimentos essenciais diminuiu.

"plano de saúde"