Logo

Call me on Skype Subscribe on YouTube
Quarta, 11 Maio 2016 14:07

Perspectivas do mercado lácteo – Oceania – Relatório 17/2016

Leite/Oceania - A produção de leite na Austrália se contrai a partir da segunda metade da temporada. Alimentação racionada e elevado preço de água para irrigação das pastagens são os dois fatores responsáveis por esse desempenho. A expectativa é de que a produção desta temporada ficará abaixo da apresentada na temporada anterior. Embora as exportações de lácteos estejam em bons volumes, elas são menores do que as verificadas na Nova Zelândia.

O vasto território, bem maior que o da Nova Zelândia, faz com que a produção possa ser direcionada para o consumo doméstico, deixando a Austrália, relativamente, bem menos dependente das exportações. Assim sendo, a menor produção nesta temporada reduzirá a participação nos mercados exportadores. Na Nova Zelândia a produção de leite em março, foi de 1,74 milhões de toneladas, abaixo das 1,97 milhões de toneladas de fevereiro. Em março de 2015 a produção foi de 1,75 milhões de toneladas. Os sólidos totais de março de 2016 (soma da proteína e da manteiga do leite) foi de 162,36 milhões de quilos, abaixo dos 171,62 milhões de quilos de fevereiro de 2016 e também menor que os 165,14 milhões de quilos de março de 2015.  

Receba Notícias no Whatsapp