Logo

Quarta, 11 Dezembro 2019 10:38

Preço do leite pago ao produtor cai em Mato Grosso; captação pelas indústrias cresce 29%

Escrito por 

Preço/MT - O preço do leite pago ao produtor apresentou queda de 0,83%, sendo cotado a R$ 1,09/litro, reflexo do aumento na captação.

A constatação é do IMEA (Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária). “A pressão sobre o preço só não foi maior porque a oferta ainda se encontra abaixo à do mesmo período de 2018”.

A maior parte dos derivados lácteos apresentou retrações em seus preços no atacado e no varejo, o que reflete o aumento na oferta desses produtos. A relação de troca do leite com a saca de milho fechou o mês em alta de 5,29%. Com isto, o pecuarista precisou vender 24,32 litros de leite para comprar uma saca de milho, acrescenta o instituto no boletim semanal divulgado no dia 02 de dezembro.

 

Com a regularidade das chuvas em Mato Grosso em outubro, foi dada a largada à safra leiteira no Estado e a captação de leite pelas indústrias em Mato Grosso subiu expressivos 29,6% em outubro em comparação com setembro, sendo o segundo maior aumento para o período. “Isto está atrelado ao volume substancial de chuvas, que ocorreram após uma seca severa neste ano, melhorando as pastagens e aumentaram a oferta de forragem para o rebanho”.

 

“O aumento vertiginoso na oferta no início da safra evidencia o que foi apontado pelo IMEA em um estudo recente, de que a sazonalidade na produção mato-grossense é a maior dentre os principais estados produtores, por causa da alta dependência do pasto e da baixa inserção tecnológica. Portanto, com a retomada da oferta, a tendência é de que as cotações fiquem pressionadas, o que tem deixado os agentes receosos, dado que boa parte dos lácteos estão com preços menores do que foram vistos em 2018”, conclui o instituto.

 

Acesse o Boletim IMEA

 

Informações adicionais

  • NUMERO SELECTUS: 5799
  • Fonte da Notícia: Só Notícias
  • Data: Quarta, 11 Dezembro 2019
Lido 79 vezes