Pir550

Quinta, 10 Janeiro 2019 16:38

China favorece as exportações de alimentos com a redução de tarifas

Escrito por 

China – A Argentina, como sócio estratégico é um dos países favorecidos com a medida. Foram prorrogados os benefícios para pescados, soro de leite, queijos e alimentação animal. A Secretaria da Agroindústria informou que a China renovou a lista de produtos que contam com tarifas alfandegárias reduzidos a partir de 1º de janeiro de 2019.

“Este tipo de ação de um dos nossos principais sócios comerciais é um novo estímulo para a inserção de nossos produtos agroindustriais, e fortalece o vínculo com a China. É uma vantagem competitiva de um dos principais mercados do mundo para o desenvolvimento e crescimento de nossos produtores” destacou o Secretário, Luis Miguel Etchevehere. No dia 28 de dezembro, o Ministério de Finanças da República Popular da China publicou o comunicado nº 65/2018 com a lista de produtos com tarifas alfandegárias temporariamente reduzidos prorrogando:

Pesca – redução de 5% para 2% para camarões congelados;

Lácteos – redução de 6% para 2% para o soro de leite e queijos, exceto os frescos, que caem de 15% para 8%, o que melhora a competitividade dos exportadores argentinos;

Alimentação animal – a redução é de 15% para 4%, medida que favorece a competitividade das quatro indústrias argentinas habilitadas, até o momento, a exportar para a China.

Cabe lembrar que esta política do país asiático tem como objetivo reduzir os preços e estimular o consumo de 706 produtos, entre os quais 95 são agroindustriais que a China não produz e é um importador líquido.

Desde o final de 2016 o Ministério de Finanças publica ao menos uma vez por ano comunicados estabelecendo redução temporária de tarifas sobre a importação de produtos que são aplicadas nas importações em geral, sem distinção de origem.

Informações adicionais

  • NUMERO SELECTUS: 5566
  • Fonte da Notícia: Agrositio – Tradução livre: www.terraviva.com.br
  • Data: Quinta, 10 Janeiro 2019
Lido 70 vezes
"plano de saúde"