Logo

Sexta, 14 Dezembro 2018 15:29

China – Perspectivas de crescimento maciço do mercado lácteo nos próximos 5 anos

Escrito por 

China – A China tem um potencial significativo de crescimento no consumo de leite orgânico, iogurte e queijos, impulsionado pela demanda de produtos ‘Premium’, de qualidade, para consumidores conscientes, diz um novo relatório.

Nos próximos cinco anos, vendas de queijo deverão ter taxas de crescimento acima de 20%. Em 2023, o consumo per capita de queijo atingirá 0,23 kg por ano, e o crescimento do consumo de sólidos de lácteos como leite em pó, será uma tendência futura, de acordo com o relatório New Horizon 2023 divulgado, na quarta-feira, pelo Centro de Desenvolvimento de Lácteos Sino-Holandês.

“Os consumidores chineses são muito exigentes e a diferença entre gerações está diminuindo. Muitas pessoas estão dispostas a pagar por produtos Premium, Ultra-Premium e Inovadores”, disse Rahul Colaco, presidente da holandesa FrieslandCampina e do Conselho de Supervisão do SDDDC, um Centro de Pesquisa e Desenvolvimento de Lácteos Sino-Holandês.

“Existe uma grande tendência para o consumo de queijo na China, impulsionada pela popularidade do chá com leite, queijo, pizzas e hambúrguer ao estilo Ocidental. Por enquanto, os consumidores chineses estão buscando uma nutrição mais personalizada. O envelhecimento da população, ou aqueles que têm necessidades médicas ou esportivas buscam alimentos especializados ou funcionais. Além disso, a expectativa é de que as pequenas cidades chinesas tenham um grande crescimento. Para o mercado de nutrição infantil, cerca de 50% do crescimento virá de pequenas cidades”, disse Colaco.

Nos próximos cinco anos, o volume total do consumo de produtos lácteos na China crescerá entre 15% e 20%, e o consumo per capita de leite cru atingirá 40 quilos. Atualmente a China tem o consumo per capita em torno de 36 quilos por ano, enquanto é de 50 quilos no Japão e na Coreia do Sul.

Nos próximos cinco anos, o faturamento com produtos lácteos deverá crescer mais de 3% ao ano. O mercado de lácteos refrigerados crescerá 8% por ano, e a expectativa é de que as vendas com iogurte e leite orgânico crescerá anualmente, 10%, segundo o relatório.

“A projeção é de que as indústrias de laticínios líderes da China, Yili Group e a Mengniu Dairy Co terão as vendas, de cada uma, saltando de 30 bilhões de yuan (US$ 4,35 bilhões) para 50 bilhões de yuan nos próximos cinco anos, e elas deverão ficar entre as cinco maiores indústrias mundiais de leite”, disse Li Shengli, professor da Universidade Agrícola da China.

O relatório do setor lácteo foi divulgado pelo SDDDC, centro criado em 2013 pela Universidade Agrícola da China, pela Universidade de Wageningen da Holanda, e pela FrieslandCampina também da Holanda. O centro tem como objetivo melhorar os níveis de produção, segurança e qualidade dos produtos lácteos na China com a ajuda de laticínios holandeses, especializados em produção.   

Informações adicionais

  • NUMERO SELECTUS: 5555
  • Fonte da Notícia: The Dairy Site – Tradução livre: www.terraviva.com.br
  • Data: Sexta, 14 Dezembro 2018
Lido 264 vezes
"plano de saúde"