Logo

Segunda, 03 Dezembro 2018 16:45

Setor vê alta de preços e de captação

Escrito por 

Lácteos - Diante da perspectiva de aquecimento da economia e queda dos custos de produção, o mercado espera um 2019 mais positivo para produtores e indústria de laticínios, estimam especialistas.

“O ano de 2019 parece promissor”, disse o chefe–geral da Embrapa Gado de Leite, Paulo do Carmo Martins, durante o evento Ideas for Milk, ocorrido na sexta-feira (30).

Ele destaca que o valor pago ao produtor está muito ligado à renda da população e que a perspectiva nesse sentido é de melhora. O preço médio pago ao produtor deve encerrar este ano entre R$ 1,20 e R$ 1,25 o litro, em média, em um período marcado por oscilações.

“Acredito que esse patamar deve se elevar no ano que vem, especialmente de maio a setembro”, ponderou, referindo-se ao período de entressafra na produção.

Do ponto de vista de custos – que neste ano foram elevados pelo câmbio e transporte –, ele projeta uma manutenção nos patamares atuais e uma oferta de milho maior.

Martins destaca, ainda, que 2018 foi um ano atípico. “Começamos o ano muito bem, mas tivemos a greve dos caminhoneiros que gerou um impacto profundo na receita tanto para produtor, que continuou produzindo e não pode entregar, quanto para a indústria, que não pode receber o leite”, pondera.

Captação

O gerente nacional de leite e ingredientes lácteos da Danone, Bernardo Araujo, projeta um 2019 mais otimista. “Esperamos que no ano que vem haja uma expansão e a volta do consumo de produtos de maior valor agregado. Se isso se concretizar, a captação deverá crescer”, projeta.

No ano passado, a captação de leite no Brasil somou 33,5 bilhões de litros, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Para 2018, a perspectiva dos especialistas é de que esse volume se mantenha.

Para o diretor de marketing ruminantes da DSM, Juliano Acedo, o cenário é otimista, com aumento de demanda e recuperação de preço ao produtor, o que deve estimular a busca por insumos para a pecuária leiteira no ano que vem.

“Estamos animados. Esperamos um crescimento de 10% nas vendas do segmento em 2019. Para este ano, projetamos um número muito parecido com o de 2017.”

Informações adicionais

  • NUMERO SELECTUS: 5546
  • Fonte da Notícia: DCI
  • Data: Segunda, 03 Dezembro 2018
Lido 165 vezes
"plano de saúde"