Quarta, 16 Maio 2018 12:48

RS: produtores do Programa Leite Saudável reúnem-se em encontro, diz Dália Alimentos

Leite saudável - Um panorama geral acerca do andamento do Programa Leite Saudável junto aos produtores da Dália Alimentos foi apresentado a associados, à Direção e ao Conselho de Administração da cooperativa no dia 11 de maio. O 1º Encontro dos Produtores do Programa Leite Saudável foi realizado no Clube Comercial de Encantado e reuniu cerca de 400 pessoas.


O programa é desenvolvido na Dália Alimentos desde o ano de 2016, iniciou com 60 propriedades cadastradas e hoje soma 367 produtores participantes. De livre adesão, o programa visa melhorar a qualidade do leite, os índices produtivos, a sanidade e a genética do rebanho. O Leite Saudável é um programa do Governo Federal, regimentado pelo Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa) e pela Receita Federal.
Estes dados, além dos desafios e das metas foram apresentados pelo supervisor do Setor Gado Leiteiro, Fernando Oliveira de Araujo. De acordo com ele, 13 profissionais trabalham em tempo integral no Programa Leite Saudável, atendendo com intervalo de 44 dias os 367 produtores que integram a iniciativa. “Estes produtores representam menos de 20% do quadro social ligado à atividade leiteira e contabilizam 40% de todo o leite entregue à Dália”, observa.
Quanto aos desafios, Araujo salientou que, principalmente, estão atrelados à melhoria da qualidade do leite. “Estamos evoluindo, mas ainda precisamos estar empenhados para atender a 100% da legislação que diz respeito à Contagem Bacteriana Total (CBT) e à Contagem de Células Somáticas (CCS)”.
Para fazer parte do programa o produtor deverá manifestar interesse em receber a assistência técnica e preencher alguns pré-requisitos, além de estar em dia com as obrigações sanitárias do rebanho, realizar avaliação genética do plantel, utilizar o caderno de campo para anotações e realizar as tarefas acordadas entre produtor e técnico. “As vantagens em participar do programa estão relacionadas ao planejamento da propriedade, permitindo uma melhor utilização dos recursos disponíveis e buscando melhorar a rentabilidade do negócio”, ressalta Araujo.
Convidado do evento, o engenheiro agrônomo da Cooperativa para Desenvolvimento e Inovação da Atividade Leiteira (Cooperideal), de Londrina, no Paraná, Marcelo de Rezende, também discorreu sobre a atual situação da atividade leiteira no país e o trabalho desenvolvido junto ao quadro técnico e social da Dália na parte de assessoramento. A Cooperideal é responsável pela capacitação da equipe da Dália para trabalhar em conformidade com o programa.
O gerente da Divisão Produção Agropecuária, Igor Weingartner, adiantou que a partir do mês de julho será concedida bonificação de R$ 0,02 centavos por litro de leite, aos produtores que atingirem 100% das metas estipuladas, as quais estão relacionadas a itens acerca da qualidade do leite.

Cases de sucesso
Durante o evento, dois casos exitosos de produtores que fazem parte do Programa Leite Saudável foram apresentados pelos próprios associados junto aos técnicos que prestam assistência às famílias, Alessandro Talamini e Dirceu Fronchetti. No primeiro relato, o jovem Éverton Gerhardt, de Linha 32, no município de Arroio do Meio, falou sobre o trabalho desenvolvido na atividade leiteira há um ano e meio. A produção diária é de 280 litros de leite, no sistema de produção a pasto com suplementação no cocho.
No segundo caso, o associado Artur Ziglioli, de Linha Dona Cândida, interior de Dois Lajeados, falou do trabalho na atividade leiteira exercido há 11 anos. A família está na terceira geração, produz 1.100 litros de leite por dia em uma área com 21 hectares destinados ao leite. O sistema de produção adotado é de semi-confinamento.
Gerhardt e Ziglioli enalteceram a evolução dos índices depois da adesão ao programa e salientaram a importância da assistência técnica no sentido de construir, junto com a cooperativa, propriedades mais rentáveis e eficientes. “Estamos só no início de um trabalho que ainda nos trará muitas alegrias”, disse Gerhardt. “Nosso agradecimento à Dália por todo empenho conosco. O apoio de uma cooperativa séria é fundamental para que nós, produtores, tenhamos êxito em nossas atividades”, citou Ziglioli.

Informações adicionais

  • NUMERO SELECTUS: 5408
  • Fonte da Notícia: Página Rural
  • Data: Quarta, 16 Maio 2018
Lido 454 vezes