Terça, 14 Novembro 2017 14:30

Cade aprova compra de 50% das ações da Itambé por cooperados

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)

Cade - A Superintendência-geral do Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) aprovou sem restrições que a CCPR (Cooperativa Central dos Produtores Rurais de Minas Gerais) exerça seu direito de preferência e adquira 50% das ações da Itambé, atualmente detidas pela Vigor, segundo despacho publicado no Diário Oficial da União desta segunda-feira (13).

Em acordo de acionistas com a Vigor, a CCPR tinha direito de preferência para comprar os 50% restantes da Itambé em caso de alteração indireta do controle do negócio, com eventual transferência de ações para terceiros.

A operação sucede a venda da Vigor, da J&F, controladora da JBS, para a mexicana Lala no início de agosto, como parte de um plano de desinvestimentos do grupo brasileiro, que precisa pagar multa de R$ 10,3 bilhões por seu envolvimento em esquema de corrupção da investigado pela operação Lava Jato.

Segundo parecer no site do Cade, a aquisição de participação remanescente de 50% da Itambé pela CCPR "não altera, de modo relevante, a estrutura dos mercados afetados, seja em âmbito nacional ou no cenário mais restrito correspondente aos Estados de Goiás, Minas Gerais e Rio Grande do Sul".

A cooperativa já pediu financiamento ao Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) para comprar a fatia detida pela Vigor.

Informações adicionais

  • NUMERO SELECTUS: 5289
  • Fonte da Notícia: Folha de SP
  • Data: Terça, 14 Novembro 2017
Lido 904 vezes Última modificação em Terça, 14 Novembro 2017 15:04