Pir550

ECONOMIA

Linhas de crédito - A equipe econômica do governo vem insistindo em aumentar as taxas de juros das linhas de crédito subsidiado para os pequenos agricultores na próxima safra (2019/20), que terá início no dia 1º de julho.

Sexta, 24 Maio 2019 16:26

Confiança do Comércio recua em maio

Confiança do comércio - O Índice de Confiança do Comércio (ICOM) da Fundação Getulio Vargas recuou 5,4 pontos em maio, ao passar de 96,8 para 91,4 pontos, retornando ao mesmo nível de setembro de 2018. Em médias móveis trimestrais, o indicador cedeu 2,9 pontos, terceira queda consecutiva.

IPC-S - O IPC-S de 22 de maio de 2019 registrou variação de 0,34%, ficando 0,08 ponto percentual (p.p.) abaixo da taxa divulgada na última apuração. Seis das sete capitais pesquisadas registraram decréscimo em suas taxas de variação.

Reforma tributária - A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira, dia 22, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 45 de 2019, que estabelece a reforma tributária.

Inflação - O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) revisou para cima a inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). A nova previsão, divulgada em seção da Carta de Conjuntura do instituto, é de alta de 4,08%, contra estimativa anterior de 3,85%, feita em março.

Consumo das famílias - A Intenção de Consumo das Famílias recuou 1,7% na passagem de abril para maio deste ano, segundo dados divulgados hoje (23) pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Com o resultado, o indicador caiu para 94,6 pontos, em uma escala de zero a 200 pontos.

Confiança do consumidor - O Índice de Confiança do Consumidor (ICC) da Fundação Getulio Vargas recuou 2,9 pontos em maio para 86,6 pontos. Após a quarta queda consecutiva, o índice acumula perda de 10 pontos e chega ao menor nível desde outubro de 2018 (85,4 pontos).

IPC-S - O IPC-S de 22 de maio de 2019 variou 0,34%, ficando 0,08 ponto percentual (p.p) abaixo da taxa registrada na última divulgação. Nesta apuração, cinco das oito classes de despesa componentes do índice registraram decréscimo em suas taxas de variação.

Inflação - A mediana da inflação esperada pelos consumidores para os próximos 12 meses ficou em 5,4% em maio, ante 5,3% em abril, informou nesta quarta-feira, 22, a Fundação Getulio Vargas (FGV), que divulgou o Indicador de Expectativa de Inflação dos Consumidores de maio 2019.

Aumento no número de empresários - Diante da economia fraca, o comércio e os serviços manterão neste ano o protagonismo para evitar desempenho pior da atividade econômica. Com estimativa de consumo na casa dos R$ 4,7 trilhões, 2,7% a mais que em 2018, o incremento será puxado pelo avanço de 12,9% no número de empresas instaladas no País.

Varejo - O Indicador Movimento do Comércio, que acompanha o desempenho das vendas no varejo em todo o Brasil, recuou 0,5% em abril deste ano contra o mesmo período do ano passado, já descontados os efeitos sazonais, de acordo com dados apurados pela Boa Vista.

Balança - A balança comercial brasileira registrou superávit de US$ 1,316 bilhão na terceira semana de maio, informou nesta segunda-feira (20/05) a Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Ministério da Economia.

Sondagem da indústria - A prévia da Sondagem da Indústria de maio de 2019 sinaliza queda de 1,6 ponto do Índice de Confiança da Indústria (ICI) em relação ao número final de abril.

Tabela de frete - A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) quer suspender os reajustes na tabela de preços mínimos de frete rodoviário. Para isso, a entidade entrou com pedido de liminar no Supremo Tribunal Federal (STF), nesta segunda-feira, dia 20.

Projeção - O mercado financeiro continua a reduzir a estimativa de crescimento da economia este ano. Pela 12ª vez seguida, caiu a projeção para a expansão do Produto Interno Bruto (PIB) – a soma de todos os bens e serviços produzidos no país. Desta vez, a estimativa foi reduzida de 1,45% para 1,24% este ano. Para 2020, a projeção foi mantida em 2,50%, assim como para 2021 e 2022.

Segunda, 20 Maio 2019 15:41

IGP-M varia 0,58% na 2ª prévia de maio

IGP-M - O Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) subiu 0,58% no segundo decêndio de maio, resultado inferior ao apurado no mesmo período do mês anterior, quando a taxa foi de 0,78%.

Inflação - Há quase dez anos sem ter sua estrutura de pesos e componentes atualizada, a inflação brasileira pode estar superestimada, por ser calculada a partir de ponderações que não refletem mais de forma tão acurada os hábitos de consumo. Segundo estimativas de Bráulio Borges, economista-sênior da LCA Consultores, a incorporação da nova Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF), a ser divulgada em julho, tende a reduzir a variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

Desigualdade de renda - A desigualdade da renda dos trabalhadores seguiu sua trajetória de crescimento nos primeiros meses deste ano e atingiu seu maior nível em pelo menos sete anos, mostra um levantamento do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (Ibre/FGV) obtido com exclusividade pelo Valor.

Preços agropecuários - Rompendo com a escalada de altas verificada desde fevereiro, o Índice de Preços Recebidos pela Agropecuária Paulista (IqPR)1, 2 registrou pequena queda de 0,14% em abril na comparação com o mês anterior.

Desemprego - A taxa de desemprego cresceu em 14 das 27 unidades da Federação no primeiro trimestre deste ano, na comparação com o último trimestre do ano passado, segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios – Contínua (PNAD-C), divulgada hoje (16) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

"plano de saúde"